Cardápio Japonês: Conheça os Pratos Mais Saborosos

Cardápio Japonês: Conheça os Pratos Mais Saborosos

Tempo de leitura: 10 minutos

Cardápio Japonês: Conheça os Pratos Mais Saborosos

O cardápio japonês é versátil e inclui arroz, tofu, peixe cru, óleo de gergelim, saquê, feijão vermelho, sementes de gergelim, sashimi, entre outros. Essa diversidade e sabor tornaram a culinária oriental popular mundialmente.

No entanto, a variedade pode deixar muitos indecisos sobre o que escolher em um rodízio. A melhor forma de conhecer a cultura japonesa é experimentando seus pratos principais.

Principais pratos do cardápio japonês

O cardápio japonês atrai muitos pela qualidade e sabor único, com adaptações para todos os gostos: opções para quem come de tudo, não gosta de peixe cru ou prefere não comer carne.

A seguir, destacamos os principais pratos que não podem faltar em um cardápio japonês de qualidade. Confira!

Sushi

Pequenos bolinhos de arroz temperado, geralmente cobertos ou recheados com peixe cru, frutos do mar, vegetais ou ovo. Existem várias formas, incluindo nigiri (bolinho de arroz com cobertura) e maki (enrolado).

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Sashimi

Fatias finas de peixe cru ou frutos do mar, servidas sem arroz. É apreciado pela sua textura e frescor, geralmente acompanhado de molho de soja e wasabi.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Temaki

Cone de alga recheado com arroz, peixe cru, vegetais e outros ingredientes. É uma versão mais informal e prática do sushi.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Tempura

Legumes, frutos do mar ou carne empanados e fritos, resultando em uma textura crocante. É servido com molho de imersão à base de soja.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Udon

Macarrão grosso de trigo servido em caldo quente ou frio, com acompanhamentos variados como tempura, tofu frito, carne ou vegetais.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Sukiyaki

Prato de cozido preparado na mesa, com carne fatiada, vegetais, tofu e macarrão, tudo cozido em um molho à base de soja e açúcar.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Yakitori

Espetinhos de frango grelhados, temperados com molho tare (à base de soja) ou sal. Pode incluir diferentes partes do frango, como coxa, asa e fígado.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Okonomiyaki

Panqueca japonesa feita com uma massa de farinha, ovo, repolho e outros ingredientes, como carne, frutos do mar ou queijo. É grelhada e coberta com molho okonomiyaki e maionese.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Tonkatsu

Costeleta de porco empanada e frita, servida com molho tonkatsu (um molho agridoce) e acompanhada de repolho fatiado e arroz.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Missoshiru

Sopa tradicional feita com caldo dashi e pasta de miso, geralmente contendo tofu, algas e cebolinha. É um acompanhamento comum em refeições japonesas.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Gyoza

Pasteizinhos recheados com carne moída e vegetais, geralmente fritos ou cozidos no vapor. São servidos com molho de soja e vinagre.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Onigiri

Bolinhos de arroz moldados à mão, muitas vezes recheados com umeboshi (ameixa em conserva), salmão ou outros ingredientes, e envoltos em alga nori.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Takoyaki

Bolinhos de massa recheados com pedaços de polvo, gengibre em conserva e cebolinha, grelhados em uma chapa especial e cobertos com molho takoyaki e flocos de bonito seco.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Shabu-Shabu

Prato de cozido onde os ingredientes, como carne fatiada e vegetais, são rapidamente cozidos em um caldo quente na mesa e depois mergulhados em molhos antes de serem consumidos.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Harumaki

Também conhecido como rolinho primavera, o harumaki é uma massa leve feita à base de farinha de trigo, recheada com diversos ingredientes. Além disso, há versões doces, como morango com chocolate e banana com goiabada, ambas servidas com sorvete.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Hot Roll

O hot roll é um sushi empanado e frito, que pode ser consumido quente ou frio. Preparado com alga, arroz para sushi, salmão e, no Brasil, com um toque de cream cheese, o hot roll conquistou seu espaço no cardápio da culinária japonesa. No entanto, é importante lembrar que essa invenção teve origem na Califórnia.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Sunomono

Este aperitivo é preparado com pepino japonês cortado em tiras finíssimas, temperado com sementes de gergelim preto ou branco e servido com um molho à base de vinagre de arroz. Sunomono, que significa “coisas avinagradas”, é uma delícia refrescante e leve.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Gohan

Não poderíamos deixar de mencionar o gohan, o famoso arroz japonês. Essencial na culinária japonesa, este arroz possui grãos curtos que, após o cozimento, adquirem uma consistência grudenta, facilitando o uso dos hashi (os conhecidos pauzinhos) durante a refeição.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Edamame

Servido como aperitivo, o edamame (eda = galho + mame = feijão) é uma soja colhida antes de amadurecer.

Com formato semelhante a uma pequena vagem e grãos que lembram pequenas ervilhas, o edamame pode ser cozido em água ou no vapor e consumido tanto quente quanto frio.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Salada Massao

Muito apreciada por frequentadores de rodízios japoneses que buscam pratos nutritivos, a salada Massao é uma entrada popular. Ela é composta por tomate, escarola, repolho, batata palha e um molho “secreto” à base de cenoura.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Shimeji na chapa

Irresistível e macio, o shimeji é servido quentinho como entrada ou acompanhamento. Frito na manteiga, no Djapa ele é regado com molho shoyu e decorado com cebolinha.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Robata

Você sabia que o famoso espetinho tem uma versão na culinária japonesa? Chamada de robata, que significa “ao redor do fogo”, ela pode ser preparada de diversas maneiras.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Teppan

Este é um dos pratos mais tradicionais da culinária japonesa. Os alimentos são grelhados em uma chapa de ferro de alta temperatura. As opções incluem anchova, frango, salmão e filé mignon.

Existem variações de teppan com legumes, sementes de gergelim e calda de laranja.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Yakissoba

Muito apreciado pelos conhecedores da culinária oriental, yakissoba (junção de yaki (assar) e soba (macarrão)) é um prato composto por macarrão refogado com legumes e carnes, que podem ser de boi, frango e porco.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Lámen

Engana-se quem pensa que lámen é apenas um macarrão instantâneo. Feito à base de farinha, água e sal, essa massa é servida em uma tigela, acompanhada de ovo, frango, alga, peixes brancos e molho.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Niguiri

Esta deliciosa iguaria consiste em uma pequena porção de arroz coberta por pedaços de peixes e outros frutos do mar. Também há opções de niguiri para vegetarianos.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Hossomaki

O hossomaki é uma espécie de sushi enrolado, porém mais fino. Ele é feito com arroz, alga e um recheio que pode variar entre peixe, vegetais, frutos do mar, entre outros.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Uramaki

O uramaki é conhecido como o sushi invertido, onde o arroz (gohan) fica do lado de fora e a alga envolve firmemente o recheio, que pode ser cru ou grelhado.

Além de peixes, frutas e legumes também são opções saborosas para o recheio do uramaki.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Banana flambada

Uma das sobremesas mais icônicas da culinária japonesa é a banana flambada. Nessa receita, a banana é cozida em uma calda de açúcar, manteiga, conhaque e suco de laranja, e servida com sorvete. É uma delícia irresistível!

Esses pratos representam a diversidade e a riqueza da culinária japonesa, cada um com suas características únicas e sabores distintos.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Como criar um cardápio japonês?

Para criar uma carta de pedidos, organize as informações dos pratos, o que facilita o controle de estoque.

Agrupe as categorias de forma lógica, como por ordem alfabética ou de consumo (aperitivo, entrada, prato principal e sobremesa).

Considere incluir opções além do sushi para quem não gosta de peixe cru, explorando sabores variados com um cardápio bistrô ou à la carte.

Dicas para Elaborar seu Menu Japonês:

  • Categorize: Separe os itens em categorias como frio e quente, doces e salgados, entrada, prato principal e sobremesa, bebidas alcoólicas e não alcoólicas.
  • Ordene os Pratos: Crie uma ordem estratégica de apresentação, destacando especialidades da casa ou usando técnicas de engenharia de cardápio.
  • Descreva os Pratos: Use uma linguagem acessível e direta para descrever cada prato, facilitando a compreensão do cliente sobre o que está sendo oferecido.

Precifique o sushi corretamente

Definir o preço adequado dos produtos no seu cardápio é essencial para atrair clientes e garantir lucro. Utilize uma ficha técnica para cada prato e considere:

  • Custo por prato
  • Custos fixos e variáveis
  • Margem de lucro

Dessa forma, você conseguirá estabelecer preços justos e vender bem!

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

O que inserir em um cardápio japonês?

Para montar um cardápio japonês, é importante incluir uma variedade de pratos e bebidas. Entre as opções de comidas, você pode oferecer sushi, que são bolinhos de arroz com peixe cru ou legumes, e sashimi, que consiste em fatias finas de peixe cru.

Outra opção é o tempurá, que são frutos do mar, legumes ou carne fritos em uma massa leve.

O yakisoba, um macarrão frito com legumes e carne, e o gyoza, bolinhos cozidos ou fritos recheados com carne ou legumes, também são ótimas escolhas.

No que diz respeito às bebidas, o saquê, uma bebida alcoólica fermentada de arroz, é tradicional e muito apreciado.

Outras opções incluem o matcha latte, um latte feito com chá matcha, um pó verde de chá japonês, o ramune, um refrigerante japonês com sabor cítrico, e o calpis, uma bebida láctea doce e ácida.

Ao preparar esses pratos, lembre-se de usar ingredientes frescos e de alta qualidade para garantir um sabor autêntico e delicioso. Além disso, é importante oferecer opções vegetarianas e veganas para agradar a todos os gostos e preferências alimentares.

Oferecer um cardápio infantil também é uma ótima forma de atrair mais clientes e aumentar o ticket médio.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Como definir o design do seu cardápio japonês

O que é Teppan?

O design de um cardápio é crucial para atrair clientes visualmente e demonstrar o cuidado do restaurante em proporcionar uma boa experiência.

O cardápio japonês, sendo o primeiro contato do cliente com os pratos, deve ser limpo, de fácil compreensão e visualmente agradável.

Para o fundo do cardápio japonês, as cores preto, cinza e branco são ideais, refletindo a sobriedade e simplicidade da cultura japonesa.

Padrões arabescos ou imagens de fundo podem ser usados, desde que não poluam visualmente o cardápio. Detalhes em rosa, vermelho ou laranja podem destacar elementos importantes.

A escolha da fonte deve alinhar-se ao estilo do restaurante. Ambientes calmos e zen pedem fontes finas e suaves.

Algumas boas opções de fontes temáticas incluem Gang of Three, Japanese 3017, Zenzai Itacha, Makise, Osaka Sans Serif e Moyko.

Imagens de alta qualidade são essenciais para despertar o apetite e esclarecer o que será servido, especialmente em um cardápio japonês, onde muitos pratos podem ser desconhecidos.

Investir em técnicas de food porn e, se necessário, contratar um especialista para as fotos pode tornar o cardápio ainda mais profissional e atraente.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO DE SUSHI

Conclusão

Explorar a culinária japonesa é uma experiência rica e diversificada, com pratos que vão do sushi e sashimi ao shabu-shabu e okonomiyaki.

Para criar um cardápio japonês atraente, é crucial selecionar pratos autênticos, garantir a qualidade dos ingredientes e investir em um design visualmente agradável.

Boas fotografias e descrições detalhadas também ajudam a atrair e educar os clientes.

Seguindo essas dicas, você poderá elaborar um cardápio que encanta tanto visualmente quanto pelo sabor.